15 de abril

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
28/09/12 às 16h44 - Atualizado em 8/11/18 às 16h30

Projeto pioneiro de segurança é implantado no Guará

COMPARTILHAR

 

O Sistema de Monitoramento e Acionamento Policial Imediato (Smapi), que está sendo implantado em caráter experimental no Guará, já conta com a participação de 20 empresários da cidade, enquanto outros 100 pedidos de adesão estão em análise pelo 4º Batalhão da Polícia Militar, responsável por coordenar o projeto-piloto.

A proposta do Smapi é simples: reduzir o número de assaltos a estabelecimentos comerciais da cidade. Para que isso seja possível a PM precisa ser acionada, por meio do Smapi, no momento em que o comércio esteja sendo assaltado.

O sistema opera por meio de um telefone de discagem e acionamento, disponíveis no mercado, e de um aparelho discador com controle remoto, que estará instalado no comércio. Acionado o dispositivo, colocado em ponto seguro e estratégico da loja, a ligação cai diretamente na mesa do rádio operador do 4º Batalhão, que identifica a ocorrência e o endereço da empresa que está sendo assaltada.

A partir daí, as patrulhas que estiverem mais perto do local do crime se deslocam e podem dar o flagrante e efetuar as prisões no momento em que o assalto está ocorrendo. Segundo o comandante Antônio Carlos, do 4º Batalhão, uma das vantagens do sistema é a possibilidade de se prender os bandidos no momento em que o assalto está sendo praticado.

O comerciante que quiser participar do sistema de monitoramento deve se cadastrar no 4º Batalhão. Depois de receber todas as orientações de como o sistema funciona, deve instalar os equipamentos necessários. A PM treina os empresários e os funcionários sobre como funciona o sistema e quando ele deve ser acionado, para que não haja um alarme falso.

O comandante garante que a implantação do Smapi em nada vai prejudicar a segurança da cidade, que vai continuar recebendo toda a atenção da corporação, com suas 22 motocicletas e 25 viaturas. Ele diz também que o 190 continua à disposição da população.

Se o Smapi for aprovado e apresentar os resultados esperados, que é redução do número de assaltos aos estabelecimentos comerciais, o projeto será implantado nas outras regiões administrativas do Distrito Federal. O comandante não descarta a possibilidade de, no futuro, o projeto se estender para apartamentos e casas.

Visitas semanais

Toda quinta-feira, o administrador do Guará, Carlos Nogueira, e o comandante do 4º Batalhão, Antônio Carlos, fazem uma visita a algum setor da cidade. Segundo Carlinhos, como é mais conhecido o administrador, essa é mais oportunidade de estar perto da população e ouvir as aspirações da comunidade.

Ele conta que nessas caminhadas surgem oportunidades de melhorar ainda mais a cidade, identificando onde a iluminação pública está deficiente, ruas que precisam tapar buracos, um matagal que precisa ser capinado, entre outras ações, que acabam auxiliando a polícia militar a executar de forma eficiente a segurança pública na cidade.

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros