27 de julho

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
11/10/12 às 12h05 - Atualizado em 8/11/18 às 16h30

APAE e Pró-Vítima ganham sede própria no Guará

COMPARTILHAR

A Administração do Guará vai ceder o prédio da Casa da Cultura, localizado na Área Especial do Cave, para os núcleos da APAE e do Pró-Vítima – Programa de Proteção às Vítimas de Violências, da Secretaria de Justiça. A assinatura do termo de transferência do imóvel será nesta quinta-feira (11), às 10:30h, na Administração do Guará.

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais do DF conta hoje com quatro núcleos: no Plano Piloto, em Sobradinho, em Ceilândia e no Guará, que é o único sem sede própria. Há 14 anos funcionando nas instalações do Rotary Club da cidade, só agora será possível ampliar os atendimentos. São 32 jovens e adultos que recebem hoje educação profissional e sócio ocupacional. Com a nova sede, o serviço será ampliado e os atendimentos poderão chegar a 100.

Para a coordenadora do núcleo do Guará, Luciana D’raldinne, a nova sede será fundamental para a comunidade. “Nosso atendimento não é restrito aos moradores da cidade. Recebemos também alunos da Candangolândia, Riacho Fundo I e II, Recanto das Emas, Núcleo Bandeirante, Estrutural e Gama. Nas novas instalações, iremos proporcionar mais atenção para esses jovens”, diz a coordenadora.

Já o Pró-Vítima conta com três núcleos no DF: na Secretaria de Justiça, no Paranoá e outro na estação do metrô da 114 Sul. Em 2011, foram realizados cinco mil procedimentos. Com a inauguração do núcleo do Guará, as famílias atingidas direta ou indiretamente por crimes violentos poderão receber atendimento mais perto de suas casas.

O núcleo do Guará, além da clientela da cidade, vai atender também a Estrutural, o SIA, a Candangolândia, o Núcleo Bandeirante, o Riacho Fundo I e o Park Way. A Subsecretária de Proteção às Vítimas de Violência, Valéria de Velasco, afirma que com o núcleo do Guará o atendimento será descentralizado e isso é importante para proporcionar uma atenção especial às famílias.

Para o administrador do Guará, Carlinhos Nogueira, mais uma vez a cidade se posiciona de forma efetiva na construção de uma vida melhor para todos e agradece ao secretário de Justiça, Alírio Neto, pela assinatura do convênio, destacando o apoio e a solidariedade que sempre deu no processo de inclusão social das pessoas.

APAE

A APAE desenvolve ações para melhorar a qualidade de vida de pessoas com deficiência intelectual com idade acima de 14 anos. A proposta pedagógica da Associação é considerada referência nacional na área da educação profissional. Os programas, serviços e projetos especiais são desenvolvidos conforme as necessidades identificadas pelo público atendido pela associação.

Pró-Vítima

O Pró-Vítima é um programa da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania do DF, O objetivo é dar visibilidade aos direitos do cidadão atingido direta ou indiretamente por crime violento. O programa oferece atendimento multidisciplinar centrado nas áreas psicossocial e jurídica e levanta subsídios para a construção de políticas públicas eficazes de prevenção do crime e proteção da vida, o que contribui para a superação dos danos causados a vítimas de violência.

 

            Na foto abaixo, assinatura do termo de cessão. Da esquerda para direita: D. Diva, da APAE, Valéria de Velasco, do Pró-Vítima, a diretora Social da Adm/Guará Lúcia Rosa, e o administrador Carlos Nogueira.


apae

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros