30 de julho

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
14/10/20 às 15h22 - Atualizado em 14/10/20 às 15h24

Vem Brincar Comigo 2020: Administração entrega 700 brinquedos

COMPARTILHAR

A campanha de doação de brinquedos e livros infantis deste ano alcançou a marca de 700 itens distribuídos à instituições sociais como a creche Santo Aníbal, no Polo de Moda, a Creche Comunitária da QE 38, a crianças do setor de Chácaras do Lúcio Costa e no dia 12 de outubro, com 400 brinquedos para as crianças da QE 38.

"Só temos a agradecer a comunidade guaraense que se mobilizou mais uma vez em prol das nossas crianças. Como a primeira-dama Mayara Noronha ressalta, brincadeira de criança é levado à sério neste governo", destaca a administradora regional, Luciane Quintana.

No evento de distribuição dos brinquedos em praça pública da QE 38, o líder comunitário Carlos Roberto, ressaltou a importância das doações no atual momento econômico "É muito gratificante ver uma criança feliz e há muito tempo essas crianças não recebiam um presente", revela.

De 25 de agosto a 9 de outubro, pontos de arrecadação espalhados pelo DF receberam brinquedos e livros. Houve, ainda, dias especiais com drive-thru de entrega, para evitar aglomerações.

Para a primeira-dama, Mayara Noronha Rocha, a campanha vem para reativar a solidariedade. Teve colaboração dos servidores públicos distritais e do governo Federal, com apoio da primeira-dama Federal, Michelle Bolsonaro, do empresariado e da própria população, em todos os pontos do DF.

“O sorriso dessas crianças em resposta a todos que doaram é um afago à sociedade. Brincadeira é coisa muito séria, estimula o desenvolvimento motor e cognitivo, especialmente na primeira infância. Se esperamos um país próspero, incentivamos a brincadeira das crianças”, definiu Mayara.

As ações  integram a campanha "Vem Brincar Comigo" foi coordenada pela Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância, vinculada à Chefia de Gabinete do Governador. Com 35 mil itens, a iniciativa superou os 30 mil arrecadados em 2019.

Com informações da Agência Brasília

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros