24 de outubro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
26/04/13 às 15h02 - Atualizado em 8/11/18 às 16h27

Governador lança o Caderno das Cidades

COMPARTILHAR

 O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, apresentou aos 31 administradores regionais, na tarde desta quinta-feira (25), o Caderno das Cidades, publicação que reúne projetos e ações do GDF nas regiões administrativas. O material, produzido pela Casa Civil do DF, é um guia de empreendimentos que a atual gestão organizou para que sejam efetivamente executados.

Aos administradores, secretários e dirigentes presentes na reunião, o governador explicou que a publicação faz parte de um trabalho continuado e integrado. “Nos reunimos aqui para tratar da segunda etapa da nossa gestão. Trata-se de uma continuidade da reunião que fiz com toda a equipe de governo em dezembro de 2012, quando apresentei as prioridades, as metas e os prazos. Listei ações em praticamente todas as áreas. Agora é hora de fazer. É entregar ou entregar. Não abro mão de que aqueles projetos sejam colocados em prática. Para sistematizar isso e manter nosso compromisso de realizar, apresento hoje a vocês o Caderno das Cidades.”

No encontro, Agnelo destacou ainda a parceria bem-sucedida com o governo federal, que, até 2014, terá aplicado R$ 17,45 bilhões no DF por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Depois, esse total atingirá R$ 19 bilhões. “A presidente Dilma tem viabilizado o repasse desses recursos para o DF. Não fosse isso, seria praticamente impossível superar as dificuldades e arrumar a casa como fizemos”, disse o governador.

O governador reforçou a necessidade de os administradores atuarem como fiscais, para que possam informar quais ações, em suas respectivas cidades, não estão sendo realizadas conforme prometido pela atual gestão. “Esse elo é fundamental. Os administradores são os representantes do governo nas comunidades.”

Ousadia

Os detalhes sobre o Caderno das Cidades foram apresentados pelo secretário-chefe da Casa Civil, Swedenberger Barbosa. Ele destacou que a principal característica dessa iniciativa é a ousadia. “Pela primeira vez, o GDF ousa colocar no papel os investimentos em cada RA, partindo de pressupostos bem definidos. Não é um caderno de intenções e sim de execuções. O que está aqui foi discutido com a Junta de Execução Orçamentária (JEO), com o governador. Além disso, é fruto de muito debate interno com cada uma das secretarias, da administrações e com os órgãos executores do governo”, afirmou Barbosa.

O chefe da Casa Civil explicou ainda que o material se divide em duas partes. A primeira traz macropolíticas, ou seja, as que atendem mais de uma região administrativa. A segunda parte lista ações que vão ser realizadas em cada uma das RAs. Além disso, um selo identifica os empreendimentos que contemplam demandas do Orçamento Participativo. “Vocês podem dizer que nem todos estão no papel, mas não significa que não vai ser feito. As ações não se esgotam nessa publicação. Vamos atualizá-la por meio do Sistema de Monitoramento e Gestão da Governadoria”, disse.

Fonte: Casa Civil

Caderno das Cidades (download)

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros