24 de outubro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
6/10/16 às 17h29 - Atualizado em 4/02/19 às 15h07

Guará recebe medidas preventivas para o período de chuvas

COMPARTILHAR

A chegada das chuvas coloca em alerta a Administração Regional do Guará na prevenção de possíveis problemas decorrentes deste período na região administrativa.  Equipes de manutenção e conservação do órgão intensificaram os serviços, prestados ao longo do ano, de manutenção e reforma das bocas de lobo da cidade. Já foram 86 manutenções e 12 reformas de bocas de lobo realizadas de janeiro até setembro deste ano.

Os trabalhos são importantes para evitar alagamentos nas vias do Guará ocasionados, principalmente, por lixo acumulado nestes locais. “Estamos atentos e atuando preventivamente para que o guaraense não venha sofrer transtornos com volume das águas nas ruas”, afirma o administrador regional, André Brandão.

Conserto de boca de lobo da QI 11Reforma da boca de lobo da QI 11

Obras de infraestrutura

Do mesmo modo, em junho deste ano, a Administração do Guará, em parceria com a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) e a destinação de emenda parlamentar de R$ 600 mil, do deputado distrital Delmasso (PTN), foi possível atender à necessidade da comunidade da QE 32, conjunto I, e executar o projeto de escoamento adequado da água, evitando que novos casos de inundação aconteçam.

Há décadas, os moradores desta quadra viviam o drama das inundações. Segundo relato dos moradores, a água subia a ponto de tornar viável a locomoção por bote. “Isso aqui enchia tanto que era possível andar de bote. Alguns (moradores) fizeram isso para filmar a situação”, relembra o militar aposentado Lourival Duque, morador desde a década de 1970 da região. Após a finalização do serviço, foi iniciada a fase de pavimentação e asfalto no local. Trabalhadores da empresa contratada para a execução, utilizam vários tipos de máquinas para a o nivelamento da rua e a passagem do asfalto. Outras localidades com problemas semelhantes estão sendo mapeadas para recebimento de recursos.Evolução da QE 32, conjunto I                                                                                 Evolução das obras de drenagem pluvial da QE 32, conjunto I

Guará sem Aedes aegypti

Chuva também é motivo de alerta contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya. Pensando nisto, nos dias 17 e 18 de outubro, os caminhões da administração passarão nas Quadras Externas (QEs) 38, 42,44 e 46 para a coleta de materiais inservíveis (objetos que não são recolhidos pela coleta convencional) e que podem tornar-se focos do mosquito como: pneus, latas, vasos, material de construção, madeiras, sofás, geladeiras velhas, dentre outros. A coleta passará nas portas das casas, recolhendo o lixo depositado pelos moradores. Esta mesma ação foi realizada no mês passado na QE 38. 

A ação é coordenada pela Secretaria de Saúde do DF, representada pelo Grupo Intersetorial de Planejamento de Ações e Combate à Dengue (Geiplan), com o apoio do Núcleo de Vigilância Ambiental e Centro de Saúde N°3, todos com atuação no Guará.


 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros