08 de dezembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
30/06/20 às 14h35 - Atualizado em 30/06/20 às 14h40

GDF inspeciona residências abandonadas no Guará

COMPARTILHAR

Uma ação conjunta com os órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF) inspecionou quatro residências abandonadas nesta sexta-feira (26) no Guará para vistoriar possíveis focos de dengue denunciados por vizinhos desses imóveis. A Administração Regional do Guará solicitou alvará judicial para entrar nos locais, conforme a Lei de número 13.301/2016 que  dispõe sobre a adoção de medidas de vigilância em saúde quando verificada situação de iminente perigo à saúde pública pela presença do mosquito transmissor do vírus da dengue,  chikungunya e  da zika.


Em um dos imóveis vistoriados, na QE 32, a residência apresentava sinais de abandono com sujeira acumulada e uma piscina com água suja. Os agentes da Vigilância Ambiental trataram o local com substâncias que matam larvas. 

"Vamos dar continuidade nessa linha de trabalho e precisamos do apoio da comunidade na formalização de denúncias de locais que estejam fechados e com sinais de abandono, pois um foco de dengue é capaz de infectar uma rua inteira", afirma, a administradora regional, Luciane Quintana.


Drone e nova armadilha para eliminar a dengue

A vistoria nas residências em situação de abandono integra o plano de ações de combate ao mosquito Aedes aegypti na região administrativa que nesta semana também contou com o lançamento de uma nova tecnologia para a captura do inseto e duas atividades com o uso de drones para sobrevoo no Lúcio Costa e Bernardo Sayão para mapear os focos e tratá-los.

    

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros