16 de agosto

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
20/01/22 às 16h21 - Atualizado em 1/02/22 às 16h57

Parque Ecológico Ezechias Heringer ganha novo cercamento

COMPARTILHAR

O Instituto Brasília Ambiental iniciou, este mês de janeiro, a obra de recuperação do cercamento do Parque Ecológico Ezechias Heringer, localizado no Guará. Os trabalhos começaram no dia 5 e têm prazo de 150 dias para terminar. Ao todo serão recuperados 7.133,45 metros de cercamento e contou com o empenho do GDF: Secretaria do Meio Ambiente, Instituto Brasília Ambiental – Ibram, Secretaria de Governo, Terracap e Administração Regional do Guará em conjunto com a articulação da Câmara Legislativa por intermédio do deputado Delmasso, vice-presidente da CLDF.

Estipulada no valor de R$ 1,3 milhão, a obra está sendo realizada por meio de compensação ambiental da Terracap, tendo à frente a empresa Edificare Engenharia e Construções Eireli. A Superintendência de Unidades de Conservação, Biodiversidade e Água (Sucon) do Brasília, detalha que 5.441,23 metros do cercamento estão sendo feitos em tubo galvanizado com tela eletrossoldada com três fios de arame, 857 metros somente com tela galvanizada, e 835,22 metros com tela galvanizada revestida em PVC.

Para a superintendente da Sucon, Rejane Pieratti, a obra é de extrema importância porque contribui com a segurança, infraestrutura e preservação do parque. “Vai nos ajudar a enfrentar problemas como invasões à unidade e a utilização dela para colocação de lixo e entulhos. Também a implementar outra área do parque, que é a área 27, localizada do outro lado da EPGU (Estrada Parque Guará) para o qual estão previstas, ainda este ano, várias intervenções de infraestrutura”.

A administradora regional do Guará, Luciane Quintana, reforça que o cercamento do Ezechias Heringer é aguardado há muito tempo pela população. “Agora, na gestão Ibaneis Rocha, finalmente podemos acompanhar essa fundamental melhoria. Algo que contribui significativamente na segurança para os frequentadores da Unidade de Conservação (UC) e na delimitação da área, impedindo invasões e crimesambientais”, ressalta.

Ampliação – O Parque Ecológico Ezechias Heringer teve seu Plano de Manejo publicado no Diário Oficial, em outubro de 2017, sem ainda contemplar a recente ampliação da área da unidade, à época, em 38,5 hectares preservados, passando a contar com uma área total de 344,95 hectares.

O Ezechias Heringer fica dentro da Área de Proteção do Planalto Central (APA), abriga centenas de espécies de plantas, entre árvores, arbustos, flores, trepadeiras, e cerca de 100 espécies de orquídeas catalogadas. Banhado pelo córrego Guará, é refúgio para algumas espécies de répteis pequenos, pequenos roedores e diversos pássaros.

A UC possui ainda atributos ambientais sensíveis como nascentes, campo de murundus e várias espécies endêmicas. Dispõe de infraestrutura para a práticas de esportes individuais e coletivos, como pista de cooper, ciclovia, quadras poliesportivas, quadra de vôlei de areia, PEC, playground, duchas, conjunto de bancos, lixeiras, banheiros ecológicos, guarita e sede administrativa. É aberto diariamente das 6h às 22h, e recebe uma média de 8.800 visitantes por mês.

Ascom do Instituto Brasília Ambiental – Ibram

Mapa do site Dúvidas frequentes