26 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
14/04/24 às 16h08 - Atualizado em 17/04/24 às 16h17

Projeto De Cara Nova começa a eliminar lixões no Guará

COMPARTILHAR

Antigos pontos de descarte irregular de lixo serão transformados em áreas verdes por meio do projeto De Cara Nova, lançado nesta sexta-feira (8) em terreno próximo à ciclovia que liga a QE 38 às novas quadras (QEs 50 a 58) do Guará. A iniciativa é fruto de parceria da administração regional com o Serviço de Limpeza Urbana (SLU).Na semana passada, o Governo do Distrito Federal (GDF) recolheu mais de 50 toneladas de entulhos, restos de obras, pneus, embalagens plásticas e móveis velhos no local em que o projeto foi lançado. A ação prevê a recuperação total do espaço, com a plantação de mudas de árvores e grama.

Outro objetivo é o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. De acordo com o administrador do Guará, Artur Nogueira, a QE 40 e outro ponto também na QE 38 serão os próximos espaços que receberão a ação.

“Começamos esse projeto pela QE 38, mas outras quadras também serão contempladas já nas próximas semanas”, adianta o administrador do Guará, Artur Nogueira. “Inclusive, convidamos a comunidade a indicar novos locais que atualmente são pontos de descarte irregular de lixo, mas que podem ser transformados em áreas verdes.”

Conscientização

Um dos principais objetivos do projeto De Cara Nova é a conscientização ambiental da população. Além da remoção de resíduos e do plantio de mudas, haverá instalação de placas orientando sobre as penalidades a quem pratica descarte irregular e indicando locais corretos para deixar lixo. 

O Guará conta com dois papa-entulhos, localizados na QE 42 e na QE 25. No fim do ano passado, a cidade também ganhou seis novos papa-lixos, que foram instalados nas QE 2, 38 e 40, no Polo de Moda, na QI 9, e no Setor Lucio Costa. A população pode ajudar na campanha, indicando à administração novos locais que precisam do serviço ou ligando para o número 162 para encaminhar sugestões.

 

Mapa do site Dúvidas frequentes